O equilíbrio é fundamental

Saiba como o desequilíbrio na flora vaginal pode estar relacionado com a candidíase

COMPARTILHE

Voltar

Flora vaginal é como chamamos os micro-organismos que protegem a vagina. O principal papel que eles desempenham é o de impedir que qualquer tipo de corpo estranho invadam o organismo da mulher. Imagine um exército de guerreiros posicionados estrategicamente para guardar o castelo de um exército invasor. De forma bem lúdica, é mais ou menos assim que eles se comportam.

Com uma flora equilibrada e saudável, os fungos, micróbios e bactérias, responsáveis por doenças, não têm chance. Mas, como já vimos aqui no blog, o desequilíbrio pode trazer diversos prejuízos à mulher, um dos principais e mais recorrentes é candidíase, causada por um fungo chamado Candida albicans. A presença dele é natural e não representa nenhum risco à saúde, exceto quando é tido em excesso.

Viu só? A busca pelo equilíbrio precisa ser constante. Pequenos detalhes como uma má alimentação, ou a falta de higienização podem colocar tudo a perder. Veja algumas dicas que vão te ajudar a manter-se saudável.

- Evite passar muito tempo com maiôs e biquínis molhados ou úmidos. Bactérias, e principalmente os fungos, adoro esse tipo de ambiente para se proliferarem.

- Compartilhar as roupas íntimas, também pode ser fatal. É aconselhável ainda que esse tipo de roupa não seja armazenado em locais compartilhados, como armários, gavetas ou sacolas.

- Exercite o hábito de passar as roupas intimas. A alta temperatura do ferro de passar é capaz de eliminar as bactérias e fungos de uma vez por todas.

- Fungos e bactérias adoram lugares ácidos, experimente higienizar a região da vagina com banhos de acento usando o bicarbonato de sódio.

- Alimente-se bem. O Candida Albicans precisa de açúcar para de crescer e se multiplicar, ou seja, álcool e carboidratos refinados são banquetes para ele.

Além de tudo isso, é essencial que você consulte um médico ginecologista regularmente. Somente um profissional especializado é capaz de diagnosticar possíveis desequilíbrios e tratar a candidíase.

Publicado: 22/06/2017


AnteriorPróximo