Contraceptivos. Qual é o melhor para você?

Opções e funções

COMPARTILHE

Voltar

De acordo com a OMS* PLANEJAMENTO FAMILIAR é o conjunto de ações que auxiliam homens e mulheres, em todos os ciclos de vida, a programar a vinda dos filhos, bem como o direito de obter o mais elevado padrão de família.

O planejamento familiar, possibilitado pela igualdade entre homens e mulheres, permitirá que o casal faça a escolha adequada:

  • Do número de filhos e da educação oferecida
  • Qualidade de vida e bem-estar da família
  • Menor risco de dificuldade econômica
  • Planejamento da vida futura do casal
  • Atingir seus objetivos individuais

Funções dos métodos contraceptivos:

  • Impedir a ovulação
  • Evitar a penetração dos espermatozoides no útero
  • Impedir a fertilização e/ou implantação do ovo
  • Destruir espermatozoides
  • Conhecer o período fértil para evitar relações sexuais

 

MÉTODO DE BARREIRA

 

Preservativo (Camisinha)

  • Método anticoncepcional utilizado por aproximadamente 45 milhões de casais em idade reprodutiva em todo o mundo. Previne a gravidez e as doenças sexualmente transmissíveis (DST), inclusive HIV/AIDS.

 

Diafragma

  • É colocado na vagina antes da relação sexual e retira-se 6 a 8 horas após.
  • Necessário medir o colo do útero para adaptação do diafragma.
  • Utilizado com geleia ou creme espermicida.

MÉTODO “MEDICAMENTOSO”

Adesivo Transdérmico

  • Combinação de progestogênio e estrogênio, liberado de forma contínua (ex. sete dias, embalagens com três unidades), através de adesivos cutâneos.
  • A absorção cutânea é muito eficiente e garante nível contínuo de hormônios com alta eficácia. (1 vez por semana)

 

Implante Subdérmico

  • O implante subdérmico é um dispositivo quem contem hormônios. Tem o formato de bastonete e deve ser inserido sob a pele na parte superior do braço.
  • O bastonete contém progestogênio, muito parecido com o hormônio natural, que é liberado lentamente em doses constantes.

 

Injetáveis (mensal)

  • Baixos índices de ganho de peso.
  • Rápida retomada da fertilidade (entre 60 a 90 dias após a interrupção).
  • Padrões de sangramento cíclicos e previsíveis, próximos aos dos ciclos menstruais fisiológicos.

 

Injetáveis (Trimestral)

  • Única aplicação a cada 3 meses.
  • Indicado para pacientes com endometriose.
  • Pode ser utilizada durante a amamentação.

 

DIU

  • DIU com cobre -TCu 380A e MLCu-375.
  • DIU que libera progestágeno.
  • Preferível para as mulheres que já tiveram filho.

 

Anel Endovaginal

  • Através de um pequeno anel flexível, esse método é conveniente pois só precisa de uma aplicação ao mês.

 

Pílula do dia seguinte

  • Não deve ser utilizada de rotina como método anticoncepcional, mas apenas em situações de emergência.

 

Anticoncepcionais orais combinados

  • Os anticoncepcionais orais combinados AOCs), mais conhecidos como pílula, são usados por cerca de 20% das mulheres em idade fértil (15-49 anos) no Brasil.
  • Método anticoncepcional reversível mais utilizado no país.

 

Pílula: O método anticoncepcional mais utilizado no país

As pílulas modernas contêm quantidades hormonais muito baixas que permitem menos efeitos adversos. Os Anticoncepcionais Orais Combinados mais utilizados são: drospirenona, gestodeno e ciproterona.

Benefícios

  • Promovem regularização do ciclo menstrual;
  • Diminuem a cólica e os sintomas da TPM;
  • Melhoram a beleza da pele e cabelos;
  • Diminuem o risco de câncer de ovário e endométrio;
  • Permitem o retorno da fertilidade rapidamente.

Publicado: 23/09/2016


AnteriorPróximo