Hipertensão - Quais são os sinais?

A hipertenção é o principal fator para derrames, doenças no coração etc.

COMPARTILHE

Voltar

Você sabe o que é a Hipertensão?

A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma doença crônica. Ela é o principal fator para derrames, doenças no coração e pode até causar alterações na visão. Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que a hipertensão arterial é a principal causa de morte no planeta.

Mas, calma! Apesar de não ter cura, ela tem tratamento e nós estamos aqui para te mostrar isso.

Quais os sintomas da Hipertensão?

A hipertensão é uma doença discreta, não apresenta nenhum sintoma e pode passar despercebida por anos, por isso a avaliação de um médico é tão importante, pois possibilita o seu diagnóstico logo no comecinho da doença, onde é muito mais fácil mantê-la sob controle.

Existem alguns sinais que podem ajudar na identifi­cação da hipertensão, como: dores de cabeça, sangramento nasal, tonturas e zumbidos no ouvido, já sintomas como: palpitação, dor no peito, falta de ar, inchaço, alterações visuais, perda de memória e de equilíbrio, palidez, problemas urinários e dores nas pernas são sinais que demonstram que os órgãos-alvo da doença podem estar comprometidos.

Nestes casos, procure um médico imediatamente.

O que faz de você um Hipertenso?

Se você é hipertenso, muito provavelmente faça parte dos 90% que tem a chamada “hipertensão essencial” o que signifi­ca que não há uma causa específi­ca para a sua doença.

Entretanto, você pode ser parte dos 10% dos casos em que problemas endócrinos e renais, gravidez, uso frequente de determinados medicamentos (como anticoncepcionais, descongestionantes nasais, antidepressivos, antibióticos, corticoides e moderadores de apetite) ou doenças neurológicas podem ser a causa da hipertensão arterial.

E para quem tem hipertensão primária, sua pressão pode se elevar devido à obesidade, sedentarismo, fumo e álcool em excesso.

Por que o controle da Hipertensão é importante?

Nós temos uma má notícia para você: a longevidade de uma pessoa com hipertensão é 40% menos do que a de um indivíduo saudável. Sem falar da qualidade de vida ao longo dos anos. O fato é que, se hipertenso, o seu coração faz muita força para bombear o sangue e você está vulnerável a sofrer de insu­ficiência cardíaca. Além disso, devido ao aumento da pressão, os vasos vão se desgastando e podem se romper, resultando em um derrame cerebral.

Como se isso não bastasse, esse desgaste ainda facilita o acúmulo de placas de gordura nas artérias, o que torna você predisposto ao infarto e, ainda, outra consequência tão grave quanto é o comprometimento do sistema de tração dos rins.

Precisa de mais alguma coisa para perceber a extrema importância do controle da pressão?

Mas e agora? É possível prevenir a Hipertensão?

Para o seu alívio, o nosso e o de todos que sofrem de hipertensão, sim! Para evitar a hipertensão, basta ter um estilo de vida saudável seguindo algumas recomendações:

  • Mantenha uma boa forma física
  • Não consuma bebidas alcoólicas
  • Faça exercícios regularmente
  • Não fume
  • Adote uma dieta balanceada, com menos sal

É importante que todos com mais de 40 anos, principalmente os que têm histórico de pressão alta na família, façam um acompanhamento regular da pressão, sempre sob orientação médica.

Hipertensão- a doença do século

  • Estima-se que a hipertensão atinja 1 em cada 3 pessoas no mundo.
  • No Brasil, cerca de 30 milhões de pessoas são hipertensas.
  • 12 milhões de pessoas- ainda não foram diagnosticadas e nem imaginam que são hipertensas.

Muitas pessoas nem sabem que têm pressão alta, pois o organismo acostumou-se com os níveis elevados que vão comprometendo silenciosamente órgãos como o coração, rins, cérebro e olhos.

Pesquisas indicam que sua incidência é maior em:

  • 20% a 40% Obesos
  • 30% a 60% Diabéticos
  • 20% a 30% Negros
  • 30% a 50% Idosos

Qual o melhor tratamento para a Hipertensão?

Em alguns casos, para manter a pressão controlada, basta apenas adotar hábitos mais saudáveis, como uma dieta com pouco sal e sem gordura, deixar de fumar, reduzir o consumo de álcool, exercitar-se e manter o peso adequado.

Em outros, no entanto, é necessário o uso de medicamentos sob orientação médica, pois só ela pode dizer exatamente o tipo de hipertensão, avaliar a saúde dos órgãos-alvo da doença e prescrever o tratamento mais adequado.

Portanto, procure seu médico e mantenha uma vida saudável.

Publicado: 23/09/2016


AnteriorPróximo